FAQ

Perguntas Frequentes

img

O Prémio Tecnigen Farmácias Comunitárias, que se pretende que seja BIANUAL, tem como principal objetivo galardoar quatro projetos inovadores, originais, de índole farmacêutica dirigidos à prática da farmácia comunitária e que evidenciem a obtenção de resultados relevantes em prol das comunidades onde as farmácias estão inseridas.

Nesta primeira edição do Prémio Tecnigen Farmácias Comunitárias serão distinguidos dois projetos inovadores que estejam ainda na fase de conceito ou em desenvolvimento e dois projetos que tenham sido já desenvolvidos, ou seja, projetos que tenham sido já implementados pelos candidatos, em que existem já alguns resultados do seu lançamento (incluindo projetos piloto).

Serão admitidas todas as candidaturas elaboradas em língua portuguesa que cumpram as regras de preenchimento do formulário de candidatura.

Podem candidatar-se todas as farmácias comunitárias, de forma individual (equipa composta por membros da mesma farmácia) ou em grupo (membros de farmácias diferentes). Em ambos os casos, pelo menos um membro da equipa tem de ser farmacêutico. Podem também candidatar-se membros farmacêuticos da equipa de uma farmácia comunitária de forma individual.

São também elegíveis a este Prémio os alunos que estejam a frequentar o último ano do Mestrado Integrado do Curso de Ciências Farmacêuticas.

As candidaturas devem ser submetidas até dia 31 de julho de 2022.

O painel de júris da 1ª edição do Prémio Tecnigen Farmácias Comunitárias é constituído por personalidades relevantes a nível nacional, do meio empresarial e académico, nomeadamente:

  • Prof.ª Dra. Ana Paula Martins
    Bastonária Ordem dos Farmacêuticos (Presidente de Júri)
  • Dra. Cátia Sousa Marques
    Membro do Conselho do Colégio de Especialidade de Farmácia Comunitária
  • Prof. Dr. Domingos Ferreira,
    Diretor da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto
  • Prof. Dr. Filipe Santos
    Diretor da Católica Lisbon School of Business & Economics
  • Prof. Dr. Francisco Veiga
    Diretor da Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
  • Prof.ª Dra. Maria Beatriz da Silva Lima
    Diretora da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa

Os projetos a concurso em ambas as categorias – “projetos já desenvolvidos” e “projetos em conceito/em desenvolvimento” – serão avaliados de acordo com seis critérios, onde será atribuída uma pontuação de 1 a 10 para cada um dos critérios.

  1. Descrição do Projeto (25%)
  2. Inovação (15%)
  3. Valor para o cliente/utente/cidadão (15%)
  4. Escalabilidade (15%)
  5. Recursos necessários/Sustentabilidade (15%)
  6. Integração/articulação do projeto na sociedade (15%)

Consulte com detalhe o que se pretende em cada um dos critérios no Regulamento.

Deverão ser submetidas candidaturas que se enquadrem nas seguintes áreas de atuação:

  1. Integração e interação da farmácia na comunidade que serve, elaboração de projetos de e para a comunidade e que possam envolver ou não parcerias com outras entidades locais;
  2. Desenvolvimento da gestão do negócio, desenvolvimento de novas áreas de negócio (serviços complementares na farmácia) com ganhos comprovados na eficiência e sustentabilidade da farmácia comunitária;
  3. Desenvolvimento de projetos de inovação tecnológica ou de renovação digital;
  4. Desenvolvimento da promoção e educação para a saúde;
  5. Desenvolvimento de acompanhamento fármaco-terapêutico e adesão à terapêutica.

Projetos inovadores em conceito / em desenvolvimento

1º Prémio: 7.5 mil euros e formação da CATÓLICA-LISBON

2º Prémio: 2.5 mil euros e formação da CATÓLICA- LISBON

Projetos inovadores já desenvolvidos

1º Prémio: 7.5 mil euros e formação da CATÓLICA-LISBON

2º Prémio: 2.5 mil euros e formação da CATÓLICA- LISBON

As candidaturas serão avaliadas e deliberadas pelo júri até ao dia 21 de outubro de 2022. Os vencedores serão depois anunciados no Phamacall 2022, o evento anual da Tecnigen que se realiza em novembro.